Ponte e viaduto da BR-381/MG estão em fase de conclusão

13/04/2022 – O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) se aproxima da conclusão de mais duas estruturas na BR-381/MG. O viaduto sobre a Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) e a ponte sobre o Ribeirão Severo I estão nos estágios finais de obras, dentro do lote 3.1 de duplicação da rodovia federal. As estruturas estão localizadas entre o km 295,4 e 295,7, em Antônio Dias.

A ponte sobre o Ribeirão Severo I está no traçado projetado da BR-381do Binário Piracicaba e é construída para transpor o Vale do córrego Severo, eliminando curvas e aclives da pista antiga. Desta forma, o novo trecho vai proporcionar mais segurança aos usuários da rodovia. Esta obra já tem as plataformas das duas pistas concluídas, com guarda-rodas finalizados e com a base compactada para unir-se com as pistas finalizadas.

Com diferencial de construção tem a utilização de estruturas metálicas para compor as vigas de sustentação das pistas, esta solução de engenharia reduz o tempo de obra e os impactos ambientais, além de estimular a economia da região do Vale do Aço.

Já o viaduto duplo sobre a EFVM tem as vigas para compor as pistas elevadas já lançadas e aguarda, agora, a finalização da concretagem da laje para seguir com a construção dos guarda-rodas. Esta passagem serve como solução para conciliar o tráfego de veículos ao tráfego ferroviário, importante para o transporte e escoamento da produção industrial e de minérios do Vale do Aço. Pela ferrovia também é transportado carvão, calcário, granito, contêineres, ferro-gusa, produtos agrícolas, madeira, celulose, combustíveis e cargas diversas, de Minas Gerais até o Complexo Portuário de Tubarão, ao Terminal de Vila Velha, ao Cais de Paul, Codesa e ao Porto de Barra do Riacho, em Aracruz, no Espírito Santo. É o único ramal ferroviário no país a transportar passageiros.

Duas obras importantes para o lote 3.1 - O lote 3.1 tem 13 quilômetros de pistas duplicadas e OAEs liberadas entre o km 297 ao km 310, com os túneis Antônio Dias e Prainha liberados ao tráfego de veículos. Das 12 obras de artes especiais (OAEs) previstas, nove estão concluídas, três em andamento (elevado do Ribeirão Prainha, Ribeirão Severo I e viaduto da RFVM). Ao todo, o lote tem projeto de construção de seis pontes, quatro túneis, dois viadutos e uma passagem inferior (PI). Há, ainda, três binários projetados.