Ecoturismo é aposta para se reinventar na crise no período pós-pandemia - Destino em meio à natureza

Um dos setores mais afetados pela interrupção das atividades com a pandemia do novo coronavírus, o turismo em Minas Gerais vê nas atrações em meio à natureza uma forma de se reinventar após a crise. A tendência de aumento na demanda por destinos ecoturísticos foi notada em uma pesquisa do Observatório do Turismo de Minas Gerais, que constatou que os viajantes vão optar por visitar locais abertos, em contato com a natureza, após a pandemia.

“Entendemos que o turista passa a ter o comportamento de querer locais abertos pela falta do contato com a natureza durante a pandemia e, ao mesmo tempo, um resgate pelo que lhe é caro”, destaca a subsecretária de Turismo da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), Marina Simião. A tendência vai ao encontro de um dos focos estabelecidos pela pasta antes mesmo de se instalar a crise do novo coronavírus no mundo, que é a promoção de Minas para os próprios mineiros.

Depois da pandemia, o turista vai preferir rotas que ele possa fazer usando o próprio carro, tanto pela segurança sanitária quanto pela praticidade, e Minas tem opção turística para essas pessoas em todas as regiões”, salienta a gestora, que cita os parques estaduais e nacionais como alguns dos pontos que podem receber muitos dos viajantes.

O estado de Minas Gerais é lindo por natureza, mas recheado de atrativos históricos em diversas cidades. Ao considerar as opções turísticas pós-pandemia, a previsão é de que o turismo doméstico irá crescer no país.

E, após longo período de isolamento social, o setor espera que muitos brasileiros aproveitem a natureza.

Fonte: https://www.otempo.com.br/economia/ecoturismo-e-aposta-para-se-reinventar-na-crise-no-periodo-pos-pandemia-1.2356415



Foto: Divulgação

© COPYRIGHT 2018 GESTÃO AMBIENTAL BR-381/MG