DNIT pede atenção a motoristas em trechos com travessias urbanas na duplicação da BR-381/MG

26/01/2021 – O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) pede aos motoristas que trafegam pelos trechos da BR-381/MG, em obras de duplicação, para que tenham atenção durante as travessias urbanas existentes. As travessias de aglomerados urbanos estão mais presentes no lote 7, entre os municípios mineiros de Caeté ao limite entre Barão de Cocais e São Gonçalo do Rio de Baixo. No lote 3.1 (Jaguaraçu até Ribeirão Prainha, percorrendo os municípios mineiros de Nova Era, Antônio Dias e Jaguaraçu) não há comunidades no entorno da rodovia federal. Apenas no km 300,3, acesso a Antônio Dias, há registro de residências perto do fluxo de veículos.

Em aglomerações urbanas lindeiras a rodovia, canteiros de obras mudam a geografia local, em trechos com grande fluxo de veículos e pedestres. A movimentação de trabalhadores e equipamentos muda hábitos cotidianos, requerendo de motoristas e pedestres cuidados redobrados para evitar acidentes.

No lote 7, dentro dos 37,8 quilômetros de pistas em obras, as travessias em Moretto (km 400,8, em Caetés), Nova Aparecida (km 412,6, no acesso a Nova União) e Roças Novas (km 419,4, em Barão de Cocais) são as concentrações urbanas com maior densidade. Nesses pontos há maior circulação de pedestres e movimentação de tráfego de veículos, com estabelecimentos comerciais, postos de combustíveis, templos religiosos, residências e empresas.

A diversidade econômica e populacional nas três travessias urbanas traz a movimentação de cargas e pessoas, em entrada e saída constante entre ruas lindeiras à BR-381/MG, acessando ou deixando as pistas. Somado a esse fluxo há, ainda, os trabalhos construtivos de pistas e obras de arte especiais (OAEs). Por isso, ao entrar ou sair do fluxo de longo curso é preciso ter atenção redobrada aos veículos que seguem, respeitar a sinalização e acessar sempre pelos locais disponíveis pela sinalização instalada.

Nas travessias urbanas é preciso seguir o limite de velocidade de 80 km/h, para todos os tipos de veículos, a circulação de pedestres e a movimentação do tráfego local. Aos motoristas de longo curso (que trafegam pela rodovia federal) é recomendada atenção quanto a saída e o ingresso de veículos pelas alças laterais.

Travessias para pedestres – Nas travessias urbanas do lote 7, o DNIT construiu três passarelas para a travessia segura dos pedestres. Elas estão localizadas no km 400, km 413,5 e km 421,3. Além delas, as passagens inferiores também contam com espaços para circulação de pessoas a pé.

Essas passagens são os caminhos mais seguros para a travessia das pistas. Esses dispositivos de segurança fazem a ligação entre as margens da rodovia federal sem que o pedestre fique exposto ao trânsito dos veículos.

As passarelas (passagens suspensas sobre a pista) são equipamentos de segurança exclusivos para os pedestres poderem transpor as quatro ou oito faixas de rolamento. São as últimas obras especiais a serem executadas, pois é necessário que o alargamento da rodovia esteja totalmente concluído.