Detonações na rodovia, os cuidados para os motoristas

05/08/2020 - Os trabalhos construtivos da BR-381/MG, principalmente a implantação de novas pistas, requer trabalhos de terraplenagem. Muitos desses serviços são feitos com uso de explosivos para retirar rochas ou encostas, que os equipamentos como as escavadeiras, não conseguem fazer. Todas as detonações de explosivos para remoção de rochas requerem vários procedimentos de segurança, muitos deles, os usuários da rodovia federal desconhecem.

Quando uma detonação é feita, os motoristas e as comunidades lindeiras devem seguir uma série de condições de segurança, umas simples, outras mais trabalhosas. A remoção de rochas com uso de explosivos afeta, principalmente, a trafegabilidade da rodovia. Para que o serviço seja feito, o fluxo de veículos é interrompido - às vezes por até 40 minutos - desde o início dos trabalhos até a limpeza da pista.

Nesse tempo, os motoristas devem permanecer dentro dos veículos, longe das frentes de obras onde acontece o desmonte de rochas e seguir somente depois do serviço finalizado. Seguir por desvios alternativos, além de aumentar o tempo de percurso, traz mais carros para comunidades lindeiras que, muitas vezes, não estão preparadas para absorver esse acréscimo.


Em serviços em que a detonação dos explosivos é feita perto de aglomerados urbanos, moradores mais próximos das rochas que serão removidas são acompanhados para locais mais seguros. Com a queima dos explosivos finalizada, as pessoas retornam para casa, em um ambiente seguro.

Durante as detonações, as equipes do DNIT, das construtoras e da Gestora Ambiental estão presentes para orientação do tráfego.






© COPYRIGHT 2018 GESTÃO AMBIENTAL BR-381/MG