BR-381/MG: tráfego de veículos pelos acostamentos gera risco aos usuários

14/09/2020 - Além de perigoso, o tráfego de veículos pelos acostamentos da BR-381/MG, em trechos em que é registrado tráfego lento por conta das obras de duplicação, configura infração de trânsito, sendo passível de multa ao condutor. Realizar manobra de ultrapassagem pelo acostamento é infração de trânsito grave, com multa e pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O acostamento deve ser usado para emergência e não para trafegar.

Ao parar no acostamento, o motorista deve seguir algumas regras para garantir a própria segurança e dos demais usuários da rodovia. Se o trânsito estiver parado, a recomendação do DNIT é procurar um local seguro para estacionar. Ao parar no acostamento, o motorista deve ligar o pisca-alerta e deve permanecer dentro do veículo.

Quando o veículo apresentar problemas e necessitar usar o acostamento, é importante ligar o pisca-alerta, sinalizando a parada com o triângulo-refletivo numa distância de 50 metros do local. Usar galhos de arbustos também é válido, colocando-os após o triângulo de maneira a não atrapalhar os outros usuários. Pneus e outros objetos maiores não são recomendados, pois oferecem riscos, principalmente aos motociclistas.

Se o veículo apresentar problemas mecânicos ou elétricos em trechos sem acostamento, sinalize o local. Procure ajuda rapidamente e proteja-se do tráfego da rodovia. Após sinalizar, o motorista deve entrar em contato com a PRF ou uma empresa de guinchos para retirar o veículo na via, oferecendo mais segurança aos usuários da rodovia. Para entrar em contato com a PRF o número de telefone é 191.

Não é recomendado usar o acostamento para atender ao telefone celular. Caso seja necessário, procure um local seguro, como um posto de combustíveis.

A BR-381/MG segue em obras para duplicação das pistas e, com isso, há trechos que apresentam desvios laterais para construção da nova plataforma de tráfego e obras de arte especiais (OAEs), como os viadutos.






© COPYRIGHT 2018 GESTÃO AMBIENTAL BR-381/MG