BR-381/MG: Passagens de fauna garantem segurança no deslocamento de animais

03/07/2020 - Além da construção de travessias seguras para pedestres, a duplicação da BR-381, em Minas Gerais, também criou dispositivos para que animais silvestres possam cruzar o fluxo de veículos com segurança. As passagens de fauna, estruturas construídas ou adaptadas debaixo do pavimento, garantem o deslocamento de espécies nativas da Mata Atlântica (e Cerrado, em menor escala) presente ao longo da rodovia federal.

As passagens de fauna servem como corredores seguros para os animais. São 62 estruturas projetadas para os lotes 3.1 (acesso a MG-320 até Ribeirão Prainha) e 7 (Itabuna a Caeté). Essas estruturas são distribuídas em passagens subterrâneas (bueiros, galerias e mini túneis), em obras de arte especiais (pontes e viadutos) e passagens aéreas. As passagens de fauna aéreas ainda não foram construídas em nenhum dos trechos.

As passagens de fauna recebem a instalação de cercas condutoras. Na tentativa de os animais atravessarem as rodovias, eles são primeiramente barrados pelas cercas, que funcionam como guias para conduzi-los até as passagens de fauna. Cada passagem de fauna construída garante que os animais silvestres que vivem nas matas próximo da rodovia federal tenham como cruzar o fluxo de veículos em segurança, mantendo o equilíbrio ecológico e minimizando o impacto ambiental trazidos pelas obras. Animais como o veado-catingueiro, graxaim, gato-do-mato, irara, lontra, quati, pomba-galega, saracura-do-mato, entre outros, já foram registrados utilizando estas estruturas para se deslocarem de um lado ao outro das pistas.

O local de construção das passagens de fauna seguiu estudos prévios para identificar os locais que apresentavam conectividade florestal, proximidade com áreas úmidas, além das análises dos resultados do Subprograma de Monitoramento de Atropelamento de Fauna e Passagens de Fauna. Essas campanhas são mantidas desde o início das obras e, até o momento foram realizadas cerca de 52 ações desse tipo.

O trabalho de acompanhamento ambiental das passagens de fauna é realizado pelo Consórcio Skill-MPB Engenharia, Gestora Ambiental das obras de duplicação na BR-381/MG. A implantação do projeto de travessia de fauna segue as orientações do Programa de Monitoramento de Fauna, contido no Plano de Controle Ambiental (PCA) do empreendimento.






© COPYRIGHT 2018 GESTÃO AMBIENTAL BR-381/MG