BR-381/MG: o uso correto do cinto de segurança para crianças

18/08/2020 – Antes de começar uma viagem, o usuário da BR-381/MG deve ficar atento à segurança quando transportar crianças. A forma adequada do uso dos equipamentos de proteção é crucial para que danos maiores não sejam causados. Mesmo em acidentes de pequenas proporções, o cinto de segurança é o principal meio de evitar lesões graves.

As crianças até sete anos e meio devem ser colocadas no banco de trás do veículo. No caso de transportar quatro crianças, a de maior estatura física poderá ocupar o banco da frente. Bebês recém-nascidos devem ser conduzidos em cadeirinhas especiais para o transporte.

Confira os modelos adequados para cada caso:

Crianças:

• até 10 quilos devem ser transportadas em berço portátil;

• de 10 a 18 quilos devem ser transportadas em berço portátil com anteparo abdominal;

• de 18 a 25 quilos devem ter transportadas em cadeiras específicas;

• de 25 a 32 quilos, com estatura inferior a 1,5 metro, sem utilizar assentos especiais de segurança, que permitem utilizar o cinto de segurança original do veículo.

Gestantes – Para as mulheres grávidas, o cinto de segurança protege o feto e a mãe e há modelos apropriados para o uso nesses casos. Recomenda-se às gestantes a utilização de cintos de três pontos, sempre com a parte subabdominal o mais baixo possível, bem próxima à região pélvica para não pressionar o abdômen.

A faixa diagonal do cinto de segurança deve cruzar o meio do ombro da passageira, passando lateralmente ao abdômen, nunca sobre o útero e nunca colocar a faixa superior do cinto por trás do tórax, braço ou na axila. Nos veículos com airbag, utilizara apropriadamente o cinto de segurança e afastar o banco do veículo o máximo possível para trás, até o limite que permita o perfeito contato com o volante e com os pedais, quando estiver dirigindo o veículo.

Forma correta – O uso do cinto de segurança é obrigatório para todos os ocupantes de um veículo, segundo determina o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Mas somente o uso correto irá proteger de forma eficaz. Com o veículo em movimento, coloque o banco de forma que o cinto de segurança fique sobre o ombro e nunca perto da face ou pescoço. No caso do cinto abdominal, ele deve ser acomodado sobre a região pélvica, com folga de aproximadamente três centímetros. Outro cuidado é verificar se o cinto está torcido e estendê-lo para fixar ao clipe.

Deve-se compreender que o cinto de segurança não evitará os acidentes, mas poderá atenuar as consequências, desde que utilizado de forma correta.



Foto: Freepik

© COPYRIGHT 2018 GESTÃO AMBIENTAL BR-381/MG