BR-381/MG: fique atento para a movimentação de equipamentos pesados pelo lote 3.1

25/01/2021 – O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) pede atenção aos motoristas que trafegarem pela BR-381/MG no segmento do lote 3.1 (km 288,40 ao km 317,00) para a movimentação de equipamentos pesados e trabalhadores. A quantidade desses veículos pesados vai aumentar nas próximas semanas, com a alocação gradual nas frentes de serviços existentes.

Nessa movimentação, os usuários da rodovia e as comunidades lindeiras precisam redobrar os cuidados, principalmente onde os trabalhos de construção de obras de arte especiais e novas pistas vai acontecer. Nas frentes, além dos caminhões há o tráfego de guindastes, tratores e escavadeiras em atividade.

Na construção das pistas, o principal deslocamento será realizado pelos caminhões basculantes, utilizados no depósito de aterro, retirada de solo de baixa resistência e transporte de massa asfáltica. Esses equipamentos estarão em maior número trafegando pela rodovia, realizando manobras de entradas e saídas de pista em vários trechos em obras. Geralmente, há tráfego intenso de caminhões basculantes próximos a execução de OAEs.

Durante o transporte, estes veículos seguirão em velocidade bem menor, e poderão entrar nas frentes de obras. Ao visualizar um caminhão basculante sinalizando a entrada, reduza a velocidade e mantenha distância. Não force manobra de ultrapassagem em pista simples quando estiver seguindo um veículo pesado e sempre mantenha distância. O mesmo procedimento deve ser adotado ao trafegar pelas ruas lindeiras da rodovia e em desvios de obras.

Cuidados nos canteiros e frentes de obras – Com a tendência de aumento no ritmo de trabalho no lote 3.1, os usuários da BR-381 devem evitar ao máximo cruzar pelas frentes de obras para construção de OAEs. Nesses locais, máquinas pesadas, caminhões e trabalhadores estão em trânsito constante, o que aumenta o risco de um acidente. Caso seja necessária a travessia, procure as passagens de pedestres exclusivas, indicadas e sinalizadas nas obras, respeitando o local determinado pelas construtoras.