Bom Jesus do Amparo – Fazenda Rio São João

15/10/2020 - A pequena cidade de Bom Jesus do Amparo, com aproximadamente seis mil habitantes, mantém suas tradições culturais e possui potencial para o turismo ecológico.

O nome Bom Jesus do Amparo é em homenagem à imagem do Senhor do Bom Jesus, adquirida em Amparo, cidade de Portugal, por seu primeiro morador, coronel João da Motta Ribeiro, no século 18. A imagem do menino Jesus com seus 12 anos, considerada uma raridade, encontra-se na Igreja Bom Jesus do Amparo, localizada no centro da cidade.

As antigas fazendas são as principais atrações de Bom Jesus do Amparo. A mais conhecida e que guarda a história da cidade é a fazenda Rio São João, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e preservada com as características de uma fazenda do século 18. A Fazenda começou a ser construída pelo português João da Motta Ribeiro, que recebeu as terras de dote ao se casar com Maria de Jesus Teixeira, filha de um grande minerador da época, capitão João Teixeira Alves.

O casarão media 125 metros de frente e possuía três torreões, dos quais um existe até hoje. Entre as numerosas dependências, havia salas de música, de reza, hospital e senzala. A capela, dedicada à Nossa Senhora da Conceição, ostentava decoração folheada a ouro. Os luxuosos cômodos do casarão tornaram-se um ponto de encontro das elites da época




© COPYRIGHT 2018 GESTÃO AMBIENTAL BR-381/MG